Nem é preciso ser muito esperto

Pra entender como funciona o limite de velocidade em São Paulo. A 50km por hora o trânsito flui. Simples assim. Acima disso, gera bolsões. Tem até um simulador para você testar:

screen-shot-2016-09-30-at-12-02-45-pm

Quem faz campanha usando o fim do limite como plataforma eleitoral é um oportunista irresponsável. Desculpa o desabafo, mas tá foda ver tanto idiota oportunista disfarçado de político.

Como descolar fotos de um álbum antigo

Tentei usar secador de cabelo: demora muito e gasta muita energia. Tentei usar fio dental: estraga as fotos. Por fim usei o método antigo: água quente. E resolveu.

A primeira pessoa a correr uma maratona sem contar para ninguém

Para você que tem um amigo ou amiga corredora. Poucas coisas são mais chatas do que aquele amigo (ou amiga) que resolveu correr e é capaz de ficar horas falando de como ela corre, quanto corre, onde corre, o tempo que faz…

O corredor é quase tão chato quanto o MAMIL (Middle Aged Man In Lycra).

Esse presidente da Anatel…

Falava pros filhos: “não pode jogar muito videogame porque estraga a TV”. Olha a pérola que o maluco me solta:


“Tem gente que adora, fica jogando o tempo inteiro e isso gasta um volume de banda muito grande”

E o Quico?

Primeiro: vídeo é o que mais gasta banda, game não é o vilão. Segundo: o papel de uma agência reguladora é fiscalizar e não defender o interesse de empresas do ramo. Se tiver limite, espero que apareçam concorrentes com uma internet de qualidade e sem limite de dados. Contrataria fácil.

Matéria completa aqui.

Seis formas básicas de checar se uma informação é verdadeira na internet

O site aí listou uma série de links para você verificar a veracidade de informações na internet. Essencial em época onde muita gente tem o dedo rápido pra disseminar porcaria pela rede. Aqui. O truque mais simples é pegar uma foto, extrair de um contexto, e inventar outro.

Só tou levantando o assunto porque normalmente eu checo antes de compartilhar pautas polêmicas. Se o site é pouco conhecido, se não existe outro lugar falando do mesmo assunto ou se é um meme, nascido e criado pelo Facebook eu não compartilho. Devia ser regra pra qualquer um, mas não é. E tanto faz sua posição política.

A mina toma uma surra

E aí algum espectador, em vez de separar a briga, filma, bota no youtube e a parada viraliza…

Não vi graça, não vi “estilo”, não vi a garota “perder com classe”. Vi uma garota confusa por ter apanhado, que tenta se defender sem jeito, e que solta um Já acabou, Jéssica? de alívio e nervosismo quando consegue se recompor.

Sérião que isso é engraçado? Briga de rua com garotas? Sério que fazer piada com isso é engraçado? Porra internet…

Não sou da polícia do politicamente correto. Mas também não sou fã de promover pancadaria infantil. Ou de achar graça nisso.

Machismo e Feminismo

Tem uma galera que ainda não entende a diferença básica entre machismo e feminismo. O Ovelha explica:

Machismo
É quando se prega a superioridade masculina.

Feminismo
É a luta por direitos iguais para as mulheres.

Viu só, feminismo não é igual ao machismo. Feminismo não prega superioridade, prega igualdade. Fácil vá. Se em 2015 essa diferença ainda não está clara e você é do time que sai esparramando merda machista em rede social, é hora de aprender a ficar calado.

Aqui vão umas dicas.

Tempos estranhos

Já escutei mais de uma pessoa achando que sua missão na vida é construir algo grande para ficar rico antes dos 30 anos. Pessoas legais, mas obcecadas com essa síndrome de startup que tem rolado pela mídia. Sucesso acontece. Boto fé. Mas não acho que é mágica e nem que isso deva ser a principal motivação da sua vida. O mesmo acontece com quem se expõe em rede social.

A garota aí acima pirou com a auto-exposição nas mídias sociais que chegou a um ponto onde ela desistiu de tudo e mudou de rumo. Ela desconstruiu sua imagem para passar um recado: redes sociais são distrações, e se você deixar, elas tem consomem.

Antes de entrar nessa piração social ou em qualquer outra piração sobre grana, se pergunte se é isso mesmo que você quer da sua vida? Você realmente precisa provar alguma coisa para o mundo para ser feliz? Precisa mesmo de status e fama? Precisa mesmo de uma ideia revolucionária para para ficar rico?

O que é uma pegadinha?

Recentemente vi uma pegadinha brasileira onde um rapaz xavecava garotas encostado num carrão importado amarelo. E quando as minas topavam o xaveco ele se dirigia até sua lata velha, estacionada estrategicamente atrás do carrão importado amarelo. Assisti essa merda porque tinha muito view no Youtube, e pensei que fosse algo legal, mas confesso que não achei graça alguma, pelo contrário. Sem entrar nos méritos de ser forjada ou não, aquilo nem é uma pegadinha, é simplesmente uma mentira. O que essa pegadinha fez foi expor algumas garotas ao ridículo e incentivar a misoginia (nos comentários).

Toda vez que eu vejo uma pegadinha desse naipe, sinto que o enganado da história sou eu e não a pessoa que está no vídeo.

Só estou tocando no assunto pra lembrar que até um simples susto pode matar alguém e que essa moda de batizar qualquer idiotice de pegadinha está viralizando. Tanto que o site Cracked fez um vídeo educativo lembrando que pegadinha é uma piada que faz o sujeito se sentir enganado, e só. Qualquer coisa que fuja disso deixa de ser uma pegadinha. Segue a lista do que não é pegadinha segundo o site:

– Mentir para alguém e filmar a reação da pessoa
– Ser um idiota (que come a comida de um estranho na rua, por exemplo)
– Encher o saco de um desconhecido
– Assediar sexualmente alguém
– Racismo ou discriminação