The Fabulous World of Jules Verne

jules_verne

O trailer acima é de uma restauração/remake digital de um filme tcheco de 1958 chamado: The Fabulous World of Jules Verne (Vynález zkázy), do diretor Karel Zeman.

Esse novo trailer dá uma amostra de como foi refeita a técnica, batizada de Mystimation, que misturava cenas live action com desenhos e litogravuras e que fez muito sucesso nos anos 50. O resultado dessa restauração de 2015 é sensacional e mostra que efeito especial não precisa ter explosões espetaculares e orçamentos megalomaníacos para ser visualmente interessante. Tomara que restaurem mais filmes.

O trailer do filme original, de 1958:

Falta criatividade e sobra continuações

Star Trek Beyond, Independence Day 2 sem o Will Smith, Tartarugas Ninja 2 e outro X-Men ruim da Marvel: X-Men Apocalypse.

Star Wars e o Kendo

Aí o trailer de A Evolução dos Duelos de Sabre de Luz, programa da ESPN gringa que estreia dia 15 de dezembro.

Prevendo várias inscrições em aulas de Kendo depois do episódio 7…

10 dias

E outro spot com cenas inéditas de Star Wars – O Despertar da Força. Já perdi a conta, mas tem vários novos… Mas se você prefere não ver, tá valendo.

Enquanto chove trailer, o George Lucas viu o novo filme. E gostou.

Star Wars em pixel art

tumblr_nyxzlcM2rO1tb8cbpo1_1280

tumblr_nyxzqtz3le1tb8cbpo1_1280

Muito foda. No site do autor, Gustavo Viselner, tem mais arte com outros filmes.

Gods of Egypt

Alô Rede Record! Anote aí algumas ideias para as próximas novelas.

Clássicos do cinema em pôsteres vintage

O ilustrador Peter Stults reimaginou clássicos do cinema em diversos pôsteres vintage.

WhatIf-BladeRunner-687x1024

WhatIf-Alien-683x1024

WhatIf-Hellboy-683x1024

WhatIf-TheMartian-683x1024

Na WIRED tem uma galeria e uma entrevista com o cara. E aqui tem mais trabalhos.

PHIL: A TRIBUTE TO A MAN

Uma narração pessoal, uma edição moderna, uma trilha sonora emocional. Não precisa de muito para transformar qualquer assunto em um documentário bonito. Incluindo a vida do Phil, um cara qualquer.

King Fury, legendado

Me diz aí se não é um filme promissor com quantas qualidades:

– Efeitos melhores que o de Avatar
– Trilha sonora empolgante com sintetizadores oitentistas
– Herói com voz de herói com H maiúsculo
– Kung Fu, nazistas, dinossauros, ferrari voadora, Thor, vikings gatinhas, viagens no tempo, cenas animadas, boombox, hacker…
– E tudo embalado numa obra prima de 30 minutos

Injusto considerar que Avatar foi indicado ao oscar de melhor filme e King Fury, essa pérola do cinema sueco, nem ter sido citado como concorrente pela Academia.

O filme é tão foda que até o logotipo merecia prêmio:

kung-fury

Prometheus explicado

Depois de ver o vídeo aí, começo a considerar que Prometheus deixa de ser um filme péssimo para ser um filme mediano. A expectativa que o trailer provocou não foi correspondida pelo filme, fato. Mas nem por isso o filme é tão ruim. Algumas coisas ainda deixam o filme tosco: tipo o astronauta brincando com um ET num planeta estranho. Mas Alien, quando estreou, deixou tantas perguntas quanto Prometheus. O que eu quero saber é se o Ridley Scott vai tirar realmente Alien: Paradise Lost do papel em 2017.